Arquivo da tag: Bruxaria Italiana

Da Comemoração aos 10 Anos de Bruxaria à CWED

work15

Quando fui convidada para dividir um pouco da Bruxaria Italiana na CWED, me peguei muito pensativa. Fiquei ruminando nas minhas idéias o que poderia ser interessante contar para as pessoas que participariam do evento da minha prática e dos meus estudos, uma vez que não exatamente meu trabalho é dirigido a uma deusa específica (não, não sou devota de Diana) ou, tão pouco, sou wiccana. E isso me consumiu um pouco. Foi quando fui tomada por um raio de Zeus… uma daquelas idéias que aparecem num rompante, como tempestade e raios.

 

“Vou falar de família”, pensei. O grupo de prática da minha casa, minha experiência que acaba por se derramar entre outros grupos, não necessariamente wiccanos, mas que existe entre tantos e que, algumas vezes, nem ganha esse nome. Na verdade, poucas coisas ganham nomes nesse meio… simplesmente são. Simplesmente acontecem, se aprendem e se ensinam entre aqueles que tem o mesmo sangue ou até, compartilham o mesmo teto.

 

O trabalho de família permeia o conviver. Nem sempre tudo está bem. Nem sempre as coisas acontecem como desejamos ou mesmo, os relacionamentos são fluídos como imaginamos. Mas ainda assim, temos um compromisso. Um de manter tradições e de zelar. Pelo sangue, pelas pessoas e pelo bem-estar de quem forma um grupo. Famílias nem sempre são de sangue, mas agregam as pessoas. Acho que o preponderante de uma família é seu teto, o refúgio que se torna. E assim, com o tempo e com viver, grupos vão se tornando famílias. Pessoas vão percebendo em outras, que talvez não nasceram juntas, possibilidades e afinidades que fazem com que o vínculo entre elas se torne mágicko. As pessoas crescem e se fortalecem e sob um teto, aprendem como lidar com o mundo lá de fora e com tudo que o Universo proporciona.

 

O que eu vou expor da minha prática certamente não se encerra na minha família, mas também, não representa todo o trabalho de todas as famílias de streghe. Importa dizer que tudo acaba se dando de forma simples e cotidiana, porém com suas marcas e simbolismos, alguns, milenares. É o calor do fogão e o partilhar do alimento. É o carinho. A proteção. O fazer junto. E até o estudar separado para trocar idéias.

 

Eu acredito em encontros. Acredito que as pessoas se juntam e formam grupos afins e que eles crescem. E espero que assim seja para o crescimento de todos. E, talvez, num encontro como é a CWED e a mistura de experiências, vivências e ideas, pessoas diferentes ganhem bagagem, conferencistas ouçam novas práticas, e as pessoas possam, melhorar o seu convívio de grupo e família ou tenham como se estabelecer como tal.

Que Héstia nos aqueça!
Pietra di Chiaro Luna
dichiaroluna@yahoo.com
http://web.mac.com/dichiaroluna

Anúncios

Comentários desativados em Da Comemoração aos 10 Anos de Bruxaria à CWED

Arquivado em 5ª Conferência de Wicca e Espiritualidade da Deusa